top of page

Ideias para você levantar o capital de giro do seu negócio

Muitos empresários brasileiros se deparam com um grande desafio: como levantar capital de giro para manter o seu negócio funcionando. Isso porque o capital de giro é aquele dinheiro necessário para o cumprimento de todas as obrigações, como quitação de despesas, pagamento de impostos, funcionários, fornecedores e outros.


Afinal, o que é capital de giro?

Conforme adiantado no início do artigo, capital de giro é aquele dinheiro necessário para manter um negócio funcionando. Ele é representado pelo ativo circulante, ou seja, aqueles recursos disponíveis em caixa, em bancos, aqueles valores a receber de clientes a curto prazo ou de investimentos, enquanto o chamado passivo circulante é a soma de todas as despesas e contas a pagar.


Como conseguir capital de giro para a empresa

Ao se deparar com a falta de capital de giro, o empreendedor precisará buscar alternativas para obter os recursos necessários para manter o seu negócio funcionando. Quais são essas opções? Confira algumas dicas a seguir.


Antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis é um recurso viável e altamente vantajoso para as empresas que precisam levantar capital. Consiste no adiantamento de valores que a empresa receberia por compras realizadas em parcelas com cheques, cartões de crédito, carnês ou duplicatas.


Empréstimo

Outra alternativa para obter capital de giro são os empréstimos. Apesar de ser uma das mais utilizadas pelos empreendedores, requer muito planejamento para que o capital de giro não acabe aumentando as dívidas da empresa, afinal de contas, serão incididas taxas de juros ao valor total do empréstimo.


Crowdfounding

Essa é uma modalidade para aqueles empreendedores que precisam de capital de giro para expandir os seus negócios. Também conhecido como financiamento coletivo, consiste na união de pessoas para realizar projetos. Nesse caso, os investidores financiam ou se tornam sócio do negócio e o empreendedor conseguirá o aporte de capital que precisa para o empreendimento.


Consórcio

Existe também possibilidade de levantar capital de giro por meio de consórcio. Nesse caso, a empresa ou o empreendedor precisa ter um imóvel em seu nome. A partir disso, o investidor entrará em um grupo de consórcio de imóveis com duração máxima de 15 anos.

Ao investir em uma carta de crédito, o empreendedor poderá planejar investimentos a médio e longo prazo.


Financiamento empresarial

Alguns bancos e instituições financeiras oferecem o serviço de financiamento de capital de giro. Assim, a instituição empresta o dinheiro para que a empresa o aplique para resolver a falta de capital de giro.

O grande desafio das empresas é atender aos requisitos necessários, enfrentar os processos burocráticos e arcar com as taxas de juros, que variam entre os diferentes bancos.


Conta garantida

Algumas instituições financeiras oferecem também a conta garantida, que é uma modalidade de crédito rotativo semelhante ao cheque especial. Para obter o crédito, as empresas precisam oferecer alguma garantia, como investimentos, hipoteca ou cheques para que o dinheiro seja liberado.



Vale ressaltar que, antes da tomada de decisão, o empresário deve analisar todas as variáveis existentes em cada uma das opções existentes, garantindo que sua escolha seja a mais atrativa e benéfica para sua empresa, não comprometendo ainda mais as operações futuras e gerando ainda mais problemas.


Fonte: Bloxs

Comments


bottom of page