top of page

Novo salário-mínimo 2024 começa a ser pago nesta semana

Trabalhadores e beneficiários do INSS receberão o pagamento com reajuste em fevereiro.

O novo salário-mínimo nacional, fixado em R$ 1.412, começará a ser pago nesta quinta-feira (1º).


Embora já esteja em vigor desde o início de 2024, é preciso lembrar que o salário é pago no mês seguinte à prestação de serviços. Ou seja, em fevereiro o trabalhador receberá os seus vencimentos referentes ao mês anterior, janeiro.


Esse incremento representa um aumento de aproximadamente 7%, equivalente a R$ 92 a mais em comparação aos R$ 1.320 previamente estipulados até dezembro de 2023.

Com essa atualização, os beneficiários do salário-mínimo, assim como aqueles que recebem benefícios atrelados a esse valor, como o seguro-desemprego e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), também receberão o reajuste integral em seus contracheques a partir de fevereiro.


O impacto do total desse novo valor permite a compra de quase duas cestas básicas, cujo custo médio atual é de R$ 772,51 cada.

 

Reajuste do salário-mínimo

Em 2024 houve a retomada da política de valorização do salário-mínimo, a qual visa garantir aumentos reais sempre que houver crescimento econômico.


Estima-se que 59,3 milhões de brasileiros dependam de rendimentos vinculados ao salário-mínimo, conforme dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).


O salário-mínimo, como estipula seu próprio nome, representa a menor remuneração que um trabalhador formal pode receber em território nacional. Segundo a Constituição, tanto trabalhadores urbanos quanto rurais têm direito a um salário-mínimo, estabelecido por lei e unificado em todo o país.


Conforme preceitua a Constituição, o salário-mínimo deve ser ajustado ao menos pela inflação, garantindo assim a preservação do poder de compra. Se a inflação for de 10%, o salário deve ser aumentado em pelo menos 10% para assegurar que seja possível adquirir, em média, os mesmos bens e serviços.


Além de seu impacto direto nos rendimentos dos trabalhadores, o salário-mínimo também possui repercussões indiretas na economia, como o aumento da média salarial dos brasileiros e o incremento do poder de compra do trabalhador.


Comments


bottom of page